Categoria: Dica Profissional.
19
segunda-feira jun 2017

TUDO o que você precisa saber para escolher seu vestido de noiva!

Oi Divas, tudo bem?
Sabemos que o vestido de noiva é o que mais irá gerar expectativa nas decisões e escolhas do casamento. Encontrar seu vestido ideal é a realização de um sonho, e pode ser um processo delicioso, mas também é fonte de muitas dúvidas.
O post de hoje foi escrito para ajudar vocês nesse processo! A loja Villa de Las Novias possui uma grande experiência ajudando noivas a realizarem seus sonhos, e nos trarão várias dicas para que esse processo corra da melhor maneira possível pra vocês 😉
Vamos lá conferir?!
Quanto tempo antes devo começar a procurar o vestido de noiva?
Um bom tempo de antecedência é de 1 ano a 8 meses! Com esse período você terá uma variedade bacana de opções, e também terá tempo hábil para pesquisar e decidir. Poderá entender com calma qual modelo irá se adequar melhor ao seu tipo físico e ao estilo do casamento.
E se eu deixei pra ver em cima da hora?
Se a noiva quiser procurar o vestido 2 meses antes do evento, ela até pode fazer isso, mas ela precisa saber que as possibilidades podem diminuir, e que se por exemplo ela quiser mandar trazer um vestido de fora ficará sem tempo hábil. Sem tempo pra procurar ela pode acabar “sendo escolhida” pelo vestido, e não o contrário. Por isso procure se organizar para não deixar pra escolher em cima da hora.
E se eu quiser começar a procurar antes?
Mais do que isso (1 ano a 8 meses) é desnecessário, pois sua cabeça pode mudar. Hoje você gostar de uma coisa, mas daqui há 1 ano sua cabeça já pode estar em outro lugar. Além disso você ainda não está com a sua festa definida, então pode acabar escolhendo um vestido que não combinará com o estilo final do seu evento.
O que preciso levar em conta antes de começar a procurar meu vestido?
Estilo do Evento: Essa é a primeira pergunta que nós fazemos! O estilo do evento irá influenciar muito na escolha do vestido. Romântico? Clássico? Moderno? Informal?
Orçamento limite: Também é muito importante ela saber quanto tem para investir no vestido! Dessa maneira nós iremos apresentar opções que estejam dentro deste valor, pois não queremos frustrar nenhuma noiva mostrando opções que fogem da possibilidade dela.
O que gosta / O que não gosta:
Sim, a noiva pode pesquisar antes para saber quais modelos gosta mais, e é interessante que ela traga essas referências pra nós. No entanto, é muito importante que ela entenda que estes modelos de fotos são uma coisa, mas no corpo pode ficar totalmente diferente! Ela precisará provar, e o tipo físico dela é que irá ditar a escolha da melhor opção. Então se ela for visitar várias lojas, ela precisa saber que é na primeira loja que ela irá se conhecer como noiva. Entenderá o que gosta/ não gosta, e o que fica bom ou não em seu corpo.
Mente aberta:
Para a noiva ter sucesso na busca do vestido ideal, ela precisa vir com a mente aberta! Uma coisa é você saber suas preferências e gostos, pois isso faz parte da sua personalidade. Agora outra coisa é você chegar na loja bloqueada à todas as opções, querendo apenas o modelo “x”, sem nem saber se essa é a opção que ficará melhor pra você.
A noiva precisa saber ouvir e confiar nos profissionais que escolheu! Aqui na loja nós já temos uma experiência enorme para sugerirmos o que combina mais com cada tipo físico e estilo de evento.
Não experimente vestidos demais!
Ao contrário do que muitas pessoas acham, experimentar muitos vestidos não costuma ser uma boa idéia! Você irá perder completamente o foco e ficará muito confusa diante de tantas opções.
Depois que você entendeu o que quer e o que valoriza seu corpo, precisa se concentrar nisso!
Devo levar alguém para me ajudar na escolha do meu vestido?
A noiva que vem escolher seu vestido sozinha é o máximo da segurança, e isso é um pouco raro! A maioria das mulheres precisam de uma segunda opinião, e acabam trazendo alguém sim! Essa pessoa poderá ser a Mãe, Irmã, Sogra, ou uma amiga. Qual é o grau de parentesco/ relacionamento não irá influenciar tanto, mas sim se a pessoa tem o senso de entender o que você quer, e não o que ela quer! Se você traz alguém que gosta de predominar, ser a voz ativa da história, ela corre o risco de te impor o vestido que ela gostaria de casar. Pode não conseguir ter a empatia de se colocar no seu lugar e pensar “O que será que essa noiva precisa?”.
A acompanhante precisa ter o senso de saber colocar a opinião dela, mas também respeitar a opinião da noiva. Algo como: “Eu não usaria este vestido, mas ele é a sua cara e ficou perfeito pra você!”.
Aconselhamos à ter bastante cuidado em trazer amigas que nunca casaram (mas que também têm o sonho de casar). Pois pode acontecer é que essa amiga irá se materializar em você, e não terá estrutura emocional para ser imparcial, então existe a chance dela escolher por ela e não por você, mas não é a regra geral, apenas um cuidado. Por isso, se for escolher uma amiga, procure trazer alguém mais experiente que já tenha casado e passado por essa experiência da escolha.
Outro conselho que também damos às noivas é não trazer mais do que 2 pessoas com você! Cada pessoa que você trouxer terá um gosto e uma expectativa diferente, e irá expressar sua própria opinião. Isso tornará o processo desnecessariamente confuso. Se você faz questão de envolver pessoas próximas nos preparativos do casamento, nossa dica é a seguinte: traga apenas uma ou duas pessoas pra te ajudarem a escolher o vestido, e depois nas provas seguintes para os ajustes vá trazendo pessoas diferentes. Dessa forma você consegue dividir este momento com aqueles que são especiais pra você, mas não prejudica seu processo de escolha.
E depois que eu escolher meu vestido?
Depois que você fizer sua escolha, é importantíssimo que pare de pesquisar e olhar referências de outros vestidos! Uma analogia que uso, obviamente que cada um na sua proporção, é que escolher seu vestido de noiva é como escolher a pessoa com quem você irá se casar; Uma hora você pode ver outras opções que parecem melhores em alguns pontos? Sim! Mas literalmente DELETA! Não existe mais essa opção, então você precisa se apaixonar todos os dias pelo mesmo vestido 😉
Se você continuar olhando outros vestidos, acabará ficando muito confusa. Opções bonitas não faltam, e sempre terá um vestido mais novo ou mais diferente pra você escolher. Por isso é preciso “seguir em frente” e focar nas outras escolhas do casamento, como: flores, docinhos, música, etc. Detalhes do casamento para escolher não faltam 😉
Em vias gerais as noivas que muito escolhem, acabam sendo escolhidas! Muitas vezes a indecisão é tanta que todo esse processo se torna um pesadelo! No final a mãe acaba escolhendo por elas, ou elas precisam ficar com “o que tem” disponível. E isso é muito triste, perde toda a graça né?
Por fim, não poderíamos deixar de compartilhar nossa dica de ouro: O que não pode faltar em uma noiva é amor próprio! Você precisa saber quem é e ter segurança da sua própria beleza! Não escolha seu vestido querendo ser aclamada por todos, mas escolha algo que te faça sentir linda! Por um lado é importante manter a mente aberta para outras opiniões, pois nem sempre a nossa verdade é absoluta. Mas à partir do momento em que você se ama e sabe que é bonita independente do que outros digam, tudo fica mais fácil!

Se você não se aceitar como pessoa, poderá usar o vestido mais lindo do mundo, e mesmo assim não conseguirá se sentir bem. Então escolher o vestido é algo que vem de dentro para fora 😉

E por hoje é isso meninas! Vocês podem conhecer mais sobre a loja Villa de Las Novias acessando seu perfil em nosso Guia de Fornecedores clicando na imagem abaixo!
Jéssica
au Revoir! Jéssica

Fotógrafa, formada em Design Gráfico, muito bem casada e curitibana que ama o frio. Apaixonada por casamentos, inspirações, fotografia, moda, DIY’s, pela vida e por Jesus! Compartilho com vocês aquilo que traz um sorriso no meu rosto, afinal, falamos de coisas lindas da vida aqui no blog!

Categoria: Dica Profissional.
24
quarta-feira maio 2017

TUDO sobre álbuns de casamento, com Estudio Dos

Oi Divas, tudo bem?
Quando o assunto é “álbum de casamento” as dúvidas são várias, não é mesmo?! Afinal, nossa principal recordação desse dia único precisa estar à altura! Os álbuns evoluíram muito nos últimos anos, e hoje existem opções lindas e atemporais para as noivinhas! Pra trazer dicas e falar sobre algumas opções pra vocês, convidei a Verônica do Estudio Dos Fotografia!
O resultado da conversa foi um post imperdível, tenho certeza de que vocês irão amar as dicas! Vamos lá conferir?!
Parte interna
No começo dos anos 2000 / 2005 os álbuns com as fotos coladas começaram a cair em desuso. Foi nesse momento que surgiram os fotolivros, que são álbuns diagramados onde as fotos vão impressas direto no papel couchê (um papel de gráfica).
Nessa época os álbuns fotográficos que eram feitos dessa forma, eram álbuns super grossos e pesados, pois não existia uma tecnologia de fazer o álbum fotográfico encadernado sem ficar daquele tamanho. Com o tempo os álbuns de papel fotográfico foram evoluindo e hoje em dia a gente já tem os álbuns bem mais finos e leves, com abertura 180º! Então conseguimos unir a modernidade de  um fotolivro à qualidade do papel fotográfico, que na minha opinião é mais apropriado para casamentos do que um livro em papel couchê. Até gosto do couchê, mas acho que a foto traz uma nostalgia diferente, então prefiro trabalhar com o papel fotográfico. O fotolivro em papel couchê é uma opção mais barata, de repente pra você fazer um ensaio ou um livro de assinaturas. Também fica bonito pois a qualidade de impressão que nós utilizamos é HD, a melhor disponível.
Revestimento
Existem álbuns com diversos tipos de revestimento! Os fotolivros normalmente são com revestimento fotográfico (capa de foto). Os álbuns fotográficos também existem nessa opção, mas atualmente estamos trabalhando com linhas de capas revestidas, as quais podem ser feitas em diversos materiais, como: linho e couro sintético. Este tipo de revestimento permite que o álbum fique mais elegante e com uma boa durabilidade e resistência. Além disso, não corre o risco de você enjoar da foto que está na capa do seu álbum (sim, isso acontece bastante rsrsrs). Com o linho ou o couro sintético o álbum continuará atual daqui há muito e muitos anos, pois estes materiais nunca saem de moda.
Tamanhos
 É possível produzir os álbuns em diversos tamanhos, tanto que o formato escolhido não muda o nosso valor, pois acreditamos que o cliente precisa ter a liberdade de escolher o que mais gosta independente do preço.
Outro ponto importante é que nós não gostamos de álbuns muito grandes (nosso maior é 30x30cm). Pois se for maior do que isso já fica muito pesado para manusear, a pessoa não consegue ver no colo, e perde a praticidade e mobilidade do álbum, tornando-o inacessível. Já pensou levar um “trambolho” para seus pais e avós verem?! Fica bem mais difícil né! O nosso formato mais popular é o 24x30cm!
Mães dos Noivos
Um produto muito popular entre as nossas clientes é o álbum da sogra! São álbuns pequenos com uma diagramação feita especificamente com as fotos de cada família, então cada mãe pode escolher as fotos que quer no seu. O legal disso é que os noivos poderão ter mais liberdade na escolha das fotos para o próprio álbum, sem precisar se preocupar em agradar as famílias.
Layout
Uma característica bem forte no nosso trabalho é sempre buscar por algo mais “limpo”. Isso é percebido na composição das nossas fotos, e também nas diagramações dos nossos álbuns! Todas as diagramações são feitas por mim (Verônica), e existe todo um estudo de design por trás dos layouts para que fique uma coisa bem simétrica, bonita e agradável aos olhos. Eu quero que a pessoa olhe o álbum e tenha vontade de passar para a próxima página, ao invés de achar o álbum poluído e cansativo. Isso acontece quando se colocam muitas fotos em uma mesma página, ou não se leva em consideração o respiro (espaços em branco) para que o olhar possa descansar. Normalmente nossos álbuns tem fundo branco, o que contribui para tornar o layout bem leve! Esse é um diferencial grande no nosso trabalho, fazer o álbum mais limpo possível para valorizar a foto – que já é linda né?! ;).
Por fim, tomamos muito cuidado com a leitura do álbum, dispondo as fotos de uma forma que seu olhar caminhe, além de “contar uma história” através da sequência.
Quantas fotos?
Costumamos fazer os álbuns de casamento com 100 fotos, que é um número inicial, mas normalmente os noivos acabam acrescentando mais fotos depois. No entanto, nós temos a política de nunca colocar mais fotos na mesma quantidade de páginas. Ou seja: sempre adicionamos mais pra não ficar poluído, e até por isso nossos álbuns não têm um número fechado de páginas! Não deixo de colocar uma foto importante em uma página inteira por medo de passar a quantidade estipulada, minha prioridade é valorizar a foto da melhor forma possível.
Gostaram das dicas? Se tiverem mais alguma dúvida não se esqueçam de comentar 😉
E se quiserem conhecer mais sobre o trabalho da Vê e do Bruno do Estudio Dos Fotografia, acessem seu perfil em nosso Guia de Fornecedores clicando na imagem abaixo!
Jéssica
au Revoir! Jéssica

Fotógrafa, formada em Design Gráfico, muito bem casada e curitibana que ama o frio. Apaixonada por casamentos, inspirações, fotografia, moda, DIY’s, pela vida e por Jesus! Compartilho com vocês aquilo que traz um sorriso no meu rosto, afinal, falamos de coisas lindas da vida aqui no blog!